Assine aqui o Económico

Política

16 Abr 2011

“Vou ser franco: ainda não vi o programa do PSD”

Económico
“Vou ser franco: ainda não vi o programa do PSD”

O cabeça de lista do PSD diz que “se não for eleito presidente da Assembleia renuncio de imediato” ao cargo de deputado.

Numa entrevista ao semanário Expresso, Fernando Nobre diz que aceitou ser cabeça de lista do PSD para Lisboa "com o exclusivo e inequívoco propósito" de ser presidente do Parlamento.

"Se, seja por que razão for, não puder ser nomeado presidente da Assembleia, renuncio imediatamente ao mandato de deputado. Não serei só deputado", explica Nobre.

Fernando Nobre, que foi candidato independente nas últimas presidenciais, questionado se já conhece o programa do PSD é lacónico: "vou ser franco: ainda não vi o programa eleitoral. Mas confio em Passos Coelho, que considero um homem de bem".

O cabeça de lista do PSD para Lisboa diz ainda que "poder ser presidente [do Parlamento] é uma mensagem para a sociedade civil: um independente pode chegar a um alto cargo no Estado, onde pode marcar".

Nobre explica ainda a razão de ter desactivado a sua página no Facebook: "A página no Facebook não tinha de estar aberta a todos os insultos. Houve vários lóbis que se concentraram em ataques pessoais ao meu carácter".

 

x
Recomendadas
x
Social
    0 LEITORES ONLINE

    Comentários

    "O Económico apela aos leitores para que utilizem este espaço para um debate sério e construtivo, dispensando-se, para o bem de todos, o insulto e a injúria gratuitos. Desaconselha-se o uso exclusivo de maiúsculas e a repetição de comentários. Comentários inadequados devem ser denunciados e quando tiverem mais de cinco denúncias serão eliminados. O IP do leitor não será revelado mas ficará registado na base de dados".
    ir para o topo