Assine aqui o Económico

Finanças Pessoais

11 Jan 2010

Sabe quanto custa alugar um cofre no banco?

Alexandra Brito
Sabe quanto custa alugar um cofre no banco?

Além dos custos de aluguer esteja atento aos valores exigidos de caução e às comissões de visita ao cofre.

No filme ‘Identidade Desconhecida', o actor Matt Damon dá corpo à história de um homem que é recuperado do mar, com vida, mas sem memória. E é num cofre de um banco suíço que a sua personagem vai encontrar os seu bens mais preciosos: o seu nome e a morada. Na verdade, um cofre pode ter muitas finalidades mas guarda quase sempre algo de valioso para quem o aluga.

Em Portugal a generalidade dos bancos portugueses disponibiliza aos seus clientes o aluguer destas caixinhas de segurança. O Diário Económico questionou oito bancos a operar em Portugal sobre este tipo de serviços. A saber: CGD, BCP, BES, BPI, Santander, Montepio, Banif e o Barclays. Destes, apenas o BPI e o BES não responderam. Contas feitas, no conjunto dos dados disponibilizados pelas seis instituições que responderam, alugar um cofre em Portugal pode variar entre os 21 euros (mais IVA) e os 666 euros (mais IVA) por ano. Os valores variam consoante a instituição mas sobretudo dependendo da dimensão dos cofres. Há cofres desde tamanho S- com capacidade de volume de 10 decimetros cúbicos (dm3)- até ao tamanho XL (com um volume na ordem dos 1000 dm3). Mas este serviço não está disponível em todos os balcões dos bancos. A estratégia usada pela generalidade das instituições passa por disponibilizar cofres nas regiões onde há uma maior procura, tendo como preocupação garantir que em todo o país este serviço é disponibilizado.

Mas o que guardam os clientes nestas caixinhas de segurança? "Nós próprios não sabemos", refere fonte da CGD. E adianta: "Poderíamos eventualmente pedir um levantamento estatístico. Mas não o temos. O que está dentro de um cofre é uma questão totalmente pessoal e privada".

A confidencialidade e a segurança são, aliás, as duas características mais importantes para quem procura um cofre de um banco. No caso do Montepio Geral, o acesso ao cofre é feito com o acompanhamento de um funcionário do banco. "O cliente tem uma chave e o banco tem outra. O cofre só abre com as duas chaves", explica fonte do Montepio Geral. Mas o modo de acesso difere de banco para banco. No caso do Barclays, por exemplo, a instituição disponibiliza dois tipos diferentes de cofres. No caso dos cofres para os clientes ‘premier'- que estão disponíveis para os clientes 24 horas por dia- o acesso é feito, não só através de chaves próprias, mas também é exigida a utilização de um cartão de acesso específico com PIN de segurança.

Apesar da generalidade das instituições consultadas pelo Diário Económico não ter registado um aumento da procura em Portugal, o Barclays refere o contrário: "O forte crescimento do Barclays nos últimos anos, não só em termos de rede de distribuição como também em termos de número de clientes, justifica um aumento dos clientes que acede ao serviço cofre de aluguer".

Se está interessado em alugar um cofre num banco esteja, no entanto, atento aos custos adicionais. É que além da anuidade, a generalidade das instituições exige ainda uma caução que varia entre os 80 euros e os 200 euros. Além disso, alguns bancos cobram ainda uma comissão por cada visita que o clientes faça ao cofre.

O valor dos cofres em seis bancos diferentes

CGD
O banco disponibiliza cofres de várias dimensões. O serviço não existe em todos os balcões. O preço mínimo é 41 euros anuais. Já o cofre mais caro comporta um custo anual de 300 euros.

BCP
O banco disponibiliza para todos os clientes o aluguer de cofres. Existem seis tipologias diferentes, com preços que variam entre os 47,50 e os 250 euros anuais. A comissão de visita é de 5 euros.

Santander
Á semelhança do que acontece em outros bancos, o aluguer dos cofres noSantander têm a duração de um ano. O custo depende da tipologia dos cofres, sendo que os preços variam entre os 33 e os 666 euros (mais IVA).

Montepio
Também neste caso, o banco disponibiliza cofres apenas em alguns balcões. O Montepio tem cofres de quatro dimensões diferentes, cujo preço varia entre os 35 e os 125 euros (mais IVA).

Banif
O banco tem disponíveis 5.500 cofres em todo o país. Também aqui o aluguer é feito anualmente e o custo mínimo é de 21 euros, para o cofre de dimensões mais reduzidas.

Barclays
A instituição tem dois tipos de cofre: o normal, disponível em várias agências do banco, ou o cofre para os clientes premier (que está disponível 24 horas por dia). O custo varia entre os 50 e os 480 euros por ano.

 

 

x
Recomendadas
x
Social
    0 LEITORES ONLINE

    Comentários

    "O Económico apela aos leitores para que utilizem este espaço para um debate sério e construtivo, dispensando-se, para o bem de todos, o insulto e a injúria gratuitos. Desaconselha-se o uso exclusivo de maiúsculas e a repetição de comentários. Comentários inadequados devem ser denunciados e quando tiverem mais de cinco denúncias serão eliminados. O IP do leitor não será revelado mas ficará registado na base de dados".
    ir para o topo