Finanças Pessoais

15/05/12 18:48

Rendibilidade dos certificados de reforma cai ligeiramente

Alexandra Brito

Os números do instituto que gere o fundo dos certificados de reforma mostram que até 8 de Maio, o PPR do Estado rendeu nos últimos 12 meses cerca de 4,52%.

Rendibilidade dos certificados de reforma cai ligeiramente

Trata-se de uma queda ligeira face aos 4,87% registados por estas aplicações no mês anterior. Os dados foram hoje divulgados no boletim mensal do Instituto de Gestão de Fundos de Capitalização da Segurança Social (IGFCSS).

Apesar da queda ligeira de ganhos verificada no último mês, a verdade é que a performance destes produtos vocacionados para a reforma está a ser bem mais positiva este ano, face ao desempenho registado no ano passado.

A contribuir para a recuperação de valor dos certificados de reforma em 2012 está sobretudo o facto da exposição que estes produtos têm à dívida pública portuguesa ter deixado de pressionar a carteira de investimento destas aplicações. Recorde-se que 25% da carteira de activos do PPR do Estado está aplicada em divida pública portuguesa.

Na verdade, nos dois últimos meses estes activos deixaram de gerar perdas nas carteiras dos certificados e passaram a gerar ganhos, ainda que ligeiros. A contribuir também para a rendibilidade de 4,52% do PPR do Estado esteve também o comportamento positivo dos activos de dívida pública de outros países da OCDE (que geraram um retorno de 6,5%).

 

x
Comentários
Disclaimer
"O Económico apela aos leitores para que utilizem este espaço para um debate sério e construtivo, dispensando-se, para o bem de todos, o insulto e a injúria gratuitos. Desaconselha-se o uso exclusivo de maiúsculas e a repetição de comentários. Comentários inadequados devem ser denunciados e quando tiverem mais de cinco denúncias serão eliminados. O IP do leitor não será revelado mas ficará registado na base de dados".
x
Recomendadas
x
Social
    0 LEITORES ONLINE