IMPRIMIR

Presidente da Azul disponível para "ajudar" na compra da TAP

A TAP não confirma que esteja decorrer, ou que esteja prevista, qualquer negociação com a Azul tendo em vista qualquer acordo de code-share.

Presidente da Azul disponível para

David Neeleman, fundador e presidente da companhia aérea brasileira Azul, disse ontem estar disponível para ajudar potenciais interessados na compra da TAP, mas recusa a possibilidade de vir a participar de um consórcio que avance para a privatização da companhia aérea portuguesa.

"Se alguém quiser comprar, a gente ajuda", afirmou Neeleman, citado pelo "Estadão". Reiterando que a Azul não pretende adquirir a companhia aérea portuguesa, o presidente da companhia brasileira reconheceu em declarações aos jornalistas que seria bom para o Brasil se a TAP viesse a ser adquirida por brasileiros, mas não explicou de que forma se poderia materializar a "ajuda" da Azul.

David Neeleman avançou ainda que a Azul está a negociar com a TAP um acordo de ‘code share' (partilha de voos). A companhia aérea portuguesa tem actualmente um acordo de ‘code chare' com a TAM, companhia que em Abril deixará a Star Alliance, da qual também faz parte da TAP, para se juntar à oneworld. A transferência da TAM acontece na sequência da fusão com a chilena LAN. Para David Neelman a saída da TAM implicará que a TAP precise de um novo parceiro comercial.

Questionada sobre a existência de negociações, fonte oficial da empresa portuguesa disse que: "A TAP não confirma que esteja decorrer, ou que esteja prevista, qualquer negociação com a Azul tendo em vista qualquer acordo de code-share".

(Notícia actualizada as 17 horas com a reacção oficial da TAP.)

PUB
ir para o topo