IMPRIMIR

Portugal marca leilão de dívida extraordinário para amanhã

O instituto responsável pela gestão de dívida de Portugal vai tentar colocar amanhã 1,5 mil milhões de euros em Obrigações do Tesouro.

Portugal marca leilão de dívida extraordinário para amanhã
O IGCP vai amanhã testar os mercados num leilão extraordinário.

As Obrigações do Tesouro terão maturidade em Junho de 2012 e um juro de cupão de 5%. A operação irá decorrer amanhã de manhã, das 9h15 até às 9h30. O montante indicativo é de 1.500 milhões de euros.

Os leilões de dívida não costumam realizar-se à sexta-feira, e decorrem, por norma, às quartas-feiras.

O anúncio desta emissão surge no dia em que o Instituto Nacional de Estatística (INE) revelou que o défice português ficou em 8,6% no ano passado, acima da meta de 7,3% definida pelo Governo, um cenário que aumenta a pressão sobre Portugal para pedir ajuda.

Sinal do nervosismo dos mercados os títulos de dívida de Portugal renovam hoje novos máximos. O juro das OT a 5 anos, por exemplo, superou os 9,5% pela primeira vez desde a criação do euro.

Apesar da escalada dos juros, a porta-voz do FMI já fez saber que Portugal não pediu ajuda, mas admitiu que o País está numa "situação difícil".

Também hoje, o IGCP revelou que tenciona emitir até 7 mil milhões de euros em títulos de dívida de curto prazo nos próximos três meses, enquanto a emissão de obrigações ficará sujeita às condições de mercado, podendo "tomar a forma de leilões regulares ou de leilões extraordinários."

PUB