IMPRIMIR

Portugal é dos poucos países onde o salário mínimo ficou congelado

Valor do salário mínimo em Portugal coloca o país a meio da tabela europeia, avança o Eurofound.

Portugal é dos poucos países onde o salário mínimo ficou congelado

Portugal foi um dos poucos países onde o valor do salário mínimo ficou congelado em 2012. A acompanhar esta tendência estão países como Espanha, Letónia, República Checa, Irlanda e Lituânia. Grécia foi mais longe e reduziu mesmo o valor do salário mínimo nacional.

Ainda assim, entre 20 países, 13 decidiram aumentar o valor da remuneração mínima garantida, avança um estudo do Eurofound sobre salários.

Tendo em conta a inflação, o valor do salário mínimo caiu, em termos reais, na maior parte dos países europeus. Embora a quebra mais elevada tenha sido registado na Grécia (mais de 10%), em Portugal verificou-se uma descida de cerca de 3%. Em 2011, a queda tinha sido menos acentuada no país, diz o Eurofound.

Por cá, o salário mínimo corresponde a 565,83 euros (tendo em conta que o pagamento é feito 14 vezes por ano). Este valor coloca o país a meio da tabela, que é liderada pelo Luxemburgo (1.801,49 euros). No extremo oposto está a Bulgária, onde a remuneração mínima não ultrapassa 138,05 euros.

PUB
CampanhaKingston x
ir para o topo