Política

28/06/11 20:50

PCP admite apresentar moção de rejeição ao Programa

Económico com Lusa

O líder parlamentar do PCP, Bernardino Soares, admitiu hoje a apresentação de uma moção de rejeição ao Programa do Governo.

PCP admite apresentar moção de rejeição ao Programa

"É uma matéria que oportunamente vamos ponderar. O problema não se pode cingir ao debate da próxima quinta e sexta-feira", respondeu Bernardino Soares aos jornalistas, no Parlamento, quando questionado sobre a apresentação de uma moção de rejeição.

O líder da bancada comunista prometeu que "cada uma destas medidas merecerá um combate individualizado e a apresentação de alternativas", referindo que "isso far-se-á certamente no debate da próxima quinta e sexta feira, independentemente da apresentação ou não dessa moção, e certamente também nos dias que se seguirão com a apresentação das propostas do Governo e com a apresentação das alternativas do PCP".

"Este programa confirma a submissão deste Governo ao memorando que foi assinado com a 'troika' da União Europeia e do FMI, aliás também pelo PS, para além dos dois partidos que compõem a coligação de Governo", afirmou, sublinhando que "consegue ainda apresentar novas medidas negativas que não estavam nesse acordo".

O PCP destaca, "além de tudo o que já foi dito em relação à legislação laboral, a possibilidade do recurso indiscriminado ao trabalho temporário e a possibilidade não ser remunerado o trabalho suplementar, isto é, de as horas extra não serem pagas, serem meramente substituídas por dias de descanso à conveniência da entidade empregadoras".

"Surgem novas privatizações que não estavam referidas, como no caso do metro, da carris e dos STCP, no Porto. Surge ainda a possibilidade de privatizar centros de saúde, entregar a gestão de hospitais públicos para além dos que já estão entregues à gestão privada nas parcerias público-privadas, entregar outros hospitais públicos à gestão privada", acrescentou.

 

x
Comentários
Disclaimer
"O Económico apela aos leitores para que utilizem este espaço para um debate sério e construtivo, dispensando-se, para o bem de todos, o insulto e a injúria gratuitos. Desaconselha-se o uso exclusivo de maiúsculas e a repetição de comentários. Comentários inadequados devem ser denunciados e quando tiverem mais de cinco denúncias serão eliminados. O IP do leitor não será revelado mas ficará registado na base de dados".
x
Recomendadas
x
Social
    0 LEITORES ONLINE