IMPRIMIR

Metro de Lisboa ameaça com mais três dias de greve

Para além das greves já agendadas, o Metro ameaça parar nos próximos dias 29 de Março, 5 e 7 de Abril, apurou o Económico.

Metro de Lisboa ameaça com mais três dias de greve
Dia 25 também os trabalhadores da CP vão estar em greve.

Os trabalhadores do Metro vão paralisar já amanhã, entre as 6h30 e as 10h30 e voltam a parar no dia 24 de Março. Além disso, caso não haja uma solução para as reivindicações dos trabalhadores, a Federação dos Sindicatos dos Transportes e Comunicações (Fectrans) diz que o Metro volta a parar nos dias 29 de Março, 5 e 7 de Abril.

O Metropolitano de Lisboa confirmou ao Económico que o pré-aviso de greve foi entregue hoje e que as paralisações vão ser idênticas às já agendadas para os dias 15 e 24 de Março.

Os trabalhadores queixam-se dos cortes e congelamento salariais, de cortes no trabalho extraordinário e nocturno e em alguns prémios e subsídios.

"Nós precisamos que a administração se sente à mesa connosco para negociar", disse ao Económico fonte da Fectrans, acrescentando que até lá esperam uma solução por parte do Governo ou da administração da empresa e que havendo entendimento, "as greves não vão para a frente". Caso contrário, garante, "há outras formas de luta marcadas".