Política

25/02/11 11:50

Medidas anunciadas hoje já tinham sido apresentadas

Cristina Oliveira da Silva

As medidas anunciadas por José Sócrates hoje no Parlamento já não são novas.

Recorde-se que a interdição de estágios não remunerados e a integração de estagiários na Segurança Social (obrigando-os a descontar mas permitindo também que estes jovens ganhem protecção social) já tinham sido discutidas, e aceites, em sede de concertação social. O mesmo aconteceu com o alargamento do número de estágios profissionais para 50 mil, em 2011, medida que já tinha sido debatida entre Governo, patrões e sindicatos.

Por outro lado, o programa de requalificação de cinco mil jovens licenciados em áreas de baixa empregabilidade já tinha sido lançado no último pacote de medidas anti-crise e acabou por não ter qualquer efeito já que a iniciativa acabou por cair antecipadamente em Julho de 2010.

Por último, o Governo também falou na integração de 500 jovens quadros através do programa Inov-export, o mesmo número de estágios iniciados em 2010, de acordo com os dados a execução da Iniciativa Emprego 2010.

No debate parlamentar, o PSD recordou que esta medida já tinha sido apresentada. "Sabe qual foi o grau de execução? Zero!", disse o social-democrata Miguel Macedo, que acusou o Governo de apresentar medidas "requentadas".

 

x
Comentários
Disclaimer
"O Económico apela aos leitores para que utilizem este espaço para um debate sério e construtivo, dispensando-se, para o bem de todos, o insulto e a injúria gratuitos. Desaconselha-se o uso exclusivo de maiúsculas e a repetição de comentários. Comentários inadequados devem ser denunciados e quando tiverem mais de cinco denúncias serão eliminados. O IP do leitor não será revelado mas ficará registado na base de dados".
x
Recomendadas
x
Social
    0 LEITORES ONLINE