IMPRIMIR

Maquinistas da CP em greve a partir de amanhã

Os maquinistas da CP iniciam amanhã o primeiro de três dias de uma greve de cerca de cinco horas, que deverá provocar perturbações nos comboios de passageiros e de mercadorias.

Maquinistas da CP em greve a partir de amanhã

O presidente do Sindicato dos Maquinistas (SMAQ), António Medeiros, explicou que os maquinistas dos comboios de passageiros da CP estarão em greve entre as 05h30 e as 10h00 na segunda, terça e quinta-feira.

Os maquinistas dos comboios de mercadorias da CP Carga estarão em greve no mesmo período horário na segunda, terça e sexta-feira.

O protesto tem como objectivo "reclamar e exigir da empresa a continuação das negociações do Acordo Empresas", disse o presidente do SMAQ, acrescentando que há "condições de trabalho, reforma e produtividade a resolver com a CP".

"Não aceitamos que a empresa feche o processo de negociação e de resolução dos problemas dos maquinistas", sublinhou.

De acordo com o presidente do sindicato, durante o período em que os maquinistas estarão em greve, "tudo indica que em cada cinco comboios de passageiros, circulará apenas um". "A nível nacional, vamos realizar 20% da circulação", acrescentou.

Nas mercadorias, António Medeiros alerta para "atrasos nas entregas e interrupção de grande parte do transporte de mercadorias".

O presidente do sindicato disse que no período de paralisação apenas circulará o comboio que transporta o combustível para o aeroporto de Faro.

O sindicalista afirmou ainda que, dada a situação que se tem verificado no transporte aéreo devido à nuvem de cinza vulcânica que afectou o espaço aéreo europeu, os maquinistas vão assegurar todos os comboios internacionais de passageiros.

O Sindicato dos Maquinistas representa mais de 90 por cento dos cerca de 1300 maquinistas da CP, segundo a estrutura sindical.

 

PUB

Últimas Notícias