IMPRIMIR

Grupo CS negoceia reestruturação financeira

Empresário diz que processo envolve a banca e empréstimos, salários e fisco estão em dia.

Grupo CS negoceia reestruturação financeira

O grupo hoteleiro CS está a negociar com a banca a reestruturação financeira da área imobiliária. O objectivo é "reescalonar os prazos de amortização" da dívida, revelou ao Diário Económico o seu presidente, Carlos Saraiva.

Escusando-se a confirmar o valor do passivo total do grupo - composto por 11 hotéis em funcionamento, distribuídos pelo Algarve (seis), Lisboa (um), Douro (dois), Alentejo (um) e Funchal (um) - Carlos Saraiva adianta apenas que a reestruturação financeira em curso "está a ser desenvolvida de comum acordo com os bancos e a administração do grupo, assessorados pela consultora KPMG".

Um dos pilares do processo pode passar pela criação de um fundo de investimento imobiliário que iria deter os activos imobiliários do CS.

Carlos Saraiva não exclui, mas também não confirma, que esse fundo seja a solução final para resolver os problemas financeiros da vertente imobiliária do negócio. "O fundo é apenas um instrumento, dentre muitos outros, que se encontra em cima da mesa para ser objecto de estudo. Não é líquido que seja este o caminho a seguir para optimizar fiscal e financeiramente a operação de reestruturação", sublinha.

Faça login, como assinante, para ler esta notícia na integra
Garanta e acompanhe toda a informação do Diário Económico, actual, rigorosa e independente.
Escolha a modalidade que mais se adapta às suas necessidades.
PUB