Economia

23 Mai 2012

Desemprego pressiona contas da Segurança Social em Abril

Cristina Oliveira da Silva
Desemprego pressiona contas da Segurança Social em Abril

Despesa com subsídio de desemprego e apoio ao emprego subiu 21,4% até Abril.

A despesa com subsídio de desemprego e apoio ao emprego continua a ter forte impacto nas contas da Segurança Social. Só até Abril, já foram gastos 853,3 milhões de euros, o equivalente a 41,7% do que a Segurança Social espera gastar no total do ano. Os dados constam da execução orçamental publicada pelo Instituto de Gestão Financeira da Segurança Social (IGFSS) e farão parte dos dados globais da execução orçamental do Estado, a publicar hoje.

A despesa relacionada com desemprego continua a crescer em comparação homóloga subindo, até Abril, 21,4%. Isto, apesar de uma ligeira desaceleração em comparação com os três primeiros meses do ano. A taxa de execução de 41,7%, assumida no documento, está acima do padrão de segurança, que aponta para uma execução de 33,3%.

O Governo já admitiu que o combate ao desemprego é a prioridade número um, sendo assumido como o maior risco para a execução orçamental.

Faça login, como assinante, para ler esta notícia na integra
Ainda não é assinante?
Garanta e acompanhe toda a informação do Diário Económico, actual, rigorosa e independente.
Escolha a modalidade que mais se adapta às suas necessidades.
subscreva já
x
Recomendadas
x
Social
    0 LEITORES ONLINE

    Comentários

    "O Económico apela aos leitores para que utilizem este espaço para um debate sério e construtivo, dispensando-se, para o bem de todos, o insulto e a injúria gratuitos. Desaconselha-se o uso exclusivo de maiúsculas e a repetição de comentários. Comentários inadequados devem ser denunciados e quando tiverem mais de cinco denúncias serão eliminados. O IP do leitor não será revelado mas ficará registado na base de dados".
    ir para o topo