Assine aqui o Económico

Mercados

07 Jun 2012

Corte de juros na China impulsiona Wall Street

Alberto Teixeira
Corte de juros na China impulsiona Wall Street

Praças dos EUA continuam em alta após terem registado ontem melhor sessão do ano. Corte de juros na China anima Wall Street.

Os índices industrial Dow Jones e S&P 500 subiam 1,02% e 0,99%, respectivamente, ao mesmo tempo que o tecnológico Nasdaq ganhava 0,88%, depois de ontem terem subido mais de 2%, na melhor sessão do ano.

A animar as bolsas norte-americanas está a descida de juros na China pela primeira vez desde 2008, num esforço para travar o abrandamento económico, numa altura em que o agravamento da crise de dívida europeia ameaça o crescimento da economia global. O banco central chinês decidiu baixar em 0,25 pontos percentuais, para 3,25%, a taxa de juro dos depósitos, enquanto o juro dos empréstimos a um ano recuou para 6,31%, face aos anteriores 6,56%. As novas taxas entram em vigor amanhã.

"Os investidores estão à espera de uma política construtiva como resposta ao abrandamento do crescimento económico e aos problemas na Europa", explicou Andreas Nigg, especialista da Vontobel Asset Management, à Bloomberg.

Em termos empresariais, destaque para os títulos da Alcoa e Caterpillar, que subiam mais de 3%, nos ganhos mais significativos entre as maiores cotadas norte-americanas.

 

x
Recomendadas
x
Social
    0 LEITORES ONLINE

    Comentários

    "O Económico apela aos leitores para que utilizem este espaço para um debate sério e construtivo, dispensando-se, para o bem de todos, o insulto e a injúria gratuitos. Desaconselha-se o uso exclusivo de maiúsculas e a repetição de comentários. Comentários inadequados devem ser denunciados e quando tiverem mais de cinco denúncias serão eliminados. O IP do leitor não será revelado mas ficará registado na base de dados".
    ir para o topo