Empresas

30 Out 2010

Conheça os segredos do 'gadget' mais cobiçado do mundo

Cátia Simões

iPad e Galaxy Tab são os ‘tablets’ do momento. Saiba para que servem, o que fazem e quanto custam. E quais os rivais que se preparam para entrar na guerra de mercado.

Entre o computador e o telemóvel, os ‘tablet' tornaram-se o objecto mais cobiçado do ano. O iPad da Apple abriu as portas deste mundo de mini-computadores - ou telemóveis em ponto grande - com ecrã sensível ao toque e ligação à Internet, que permite enviar ‘emails', SMS ou MMS, fazer chamadas, ler livros electrónicos, aceder a redes sociais ou ver vídeos em alta qualidade. E, perante o burburinho que se criou à volta do ‘tablet' da Apple - que ainda não tem data prevista de chegada a Portugal -, os outros fabricantes não quiseram ficar de fora e prepararam ofertas concorrentes, antecipando-se até à chegada do iPad em alguns mercados.

É o caso do Samsung Galaxy Tab - um dos mais fortes concorrentes ao iPad, mas com sistema operativo Android da Google, que já está disponível no mercado nacional, pela mão da Vodafone e, em breve, na TMN. Apesar da aposta, Mário Vaz, administrador da Vodafone, admite ser "difícil prever" qual será o impacto do equipamento a nível de vendas, adiantando apenas que os ‘tablet' deverão representar "entre 2% a 5% das vendas da Vodafone".

A TMN tem uma perspectiva mais optimista. "O Galaxy Tab introduz um novo paradigma de utilização. Esta nova categoria de equipamentos não vai matar os ‘smartphones', mas será um complemento", diz Bruno Santos, director de equipamentos da operadora. A expectativa da TMN é que os ‘tablet' tenham o mesmo comportamento a nível de mercado que os ‘smartphones': conforme o preço for baixando, os equipamentos irão massificar-se.

A Optimus ainda não disponibiliza este equipamento mas avisa que o fará quando existir "por parte dos fabricantes uma proposta ao nível das necessidades dos clientes". Contudo, já disponibiliza tarifários específicos para ‘tablet', a pensar sobretudo no iPad.

Apesar do equipamento só ter chegado ao mercado há cerca de duas semanas, a Samsung está optimista. "O perfil de utilizador são os chamados ‘tech-oriented', os utilizadores mais avançados em termos de tecnologia ou profissionais que estão interessados nas últimas novidades tecnológicas e ‘gadgets' de valor acrescentado", diz Hugo Braz, responsável de marketing da área de GSM da Samsung.

Mas não é só a fabricante coreana a lançar este equipamento perto do Natal. Também a Toshiba vai trazer para o mercado nacional, já em Novembro, o seu ‘tablet': o Folio 100. Ainda não há qualquer oferta definida com os operadores, mas Jorge Borges, responsável da Toshiba, aponta que o Folio 100, com ecrã de 10 polegadas, "foi pensado para permitir a partilha fácil de conteúdos entre dispositivos, pelo que a conectividade é um factor diferenciador". O gestor, porém, não divulga previsões de venda para este ‘tablet' com Android que custará cerca de 399 euros.

Apesar das ofertas concorrentes, é inegável que as portas foram abertas pelo iPad, como admite Gabriel Coimbra, director de ‘research' da IDC Portugal. "O sucesso inicial do iPad - 3,3 milhões de unidades vendidas em 10 países durante o segundo trimestre - tem atraído a atenção para esta categoria de produto emergente, por parte de fabricantes de ‘hardware', ‘software' e fornecedores de serviços. A IDC considera que as vendas de media ‘tablet' a nível mundial passarão dos 13,1 milhões de unidades para mais de 57 milhões de unidades em 2014".

O responsável acrescenta que mais de 90% dos ‘tablet' terão "sistema operativo da Apple". O Android irá representar 36,2% no final de 2010. Ou seja, apesar da proliferação de equipamentos de outros fabricantes, o iPad continuará a ser líder neste segmento. Mesmo que, ao contrário do Galaxy Tab, só faça chamadas após a instalação de um ‘software' de VoIP, já que a ligação 3G é apenas para tráfego de dados.


Apple iPad

Tamanho e peso
- Dimensões: 242,8 mm x 189,7 mm x 13,4 mm
- Peso: 680 gramas Características
- Ecrã ‘multitouch' de 9,7 polegadas
- Resolução de 1024x768x132 pixéis
- Revestimento oleofóbico resistente a impressões digitais
- Wi-fi e 3G
- Tecnologia Bluetooth 2.1
- Bússola digital
- GPS assistido (modelo Wi-Fi + 3G)
- Memória flash de 16, 32 ou 64 GB
- Processador ‘chip' A4 Apple de 1 GHZ personalizado,
- Acelerómetro
- Sensor de luz ambiente
- Reprodução de áudio
- TV e vídeo
- Compatível com vários formatos de imagem, Office ou Internet
- Bateria integrada de polímeros de lítio recarregável de 25 Whr
- Até 10 horas de navegação na Internet em ‘wi-fi', visualização de vídeos ou audição de música
- Carregamento através de adaptador de corrente ou USB para sistema de computador
- Conector para base de ligação
- Ficha de auscultadores estéreo de 3,5 mm
- Altifalantes integrados
- Microfone
- Tabuleiro para cartão SIM (só no modelo Wi-Fi + 3G)

Preço
- a partir de 499 dólares, nos Estados Unidos (cerca de € 358)


Samsung Galaxy Tab

Tamanho e peso
- Dimensões: 190x120x12 mm
- Peso: 380 gramas

Características
- Ecrã ‘multitouch' com 7 polegadas e resolução de 600 x 1024 pixels
- Interface de utilizador TouchWiz
- Toques: ‘polyphonic', MP3, WAV
- Personalização através de ‘downloads'
- Vibração
- Memória da lista telefónica praticamente ilimitada
- 16/32 GB de memória interna (cartão microSD), 512 MB RAM
- Sistema operativo: OS Android OS v2.2 (Froy)
- Mensagens: SMS, MMS, e-mail, ‘push mail'
- Chamadas de voz
- Browser de Internet: HTML
- Relógio e alarme
- Jogos
- Câmera 3.15 MP
- Apoio GPS com A-GPS
- Bússola Digital
- Wi-fi e 3G
- Bluetooth v3.0 A2DP
- USB 2.0
- Integração com redes sociais
- Reprodução de vídeo Full HD
- Leitor de MP3
- Organizer
- Editor de fotos/vídeo
- Integração com o Google Search, Maps e Gmail
- YouTube, Calendar, Google Talk, Picasa
- Suporte do Adobe Flash 10,1
- Bateria, Li-Po 4000 mAh

Preço
- € 614,90 (16 GB)
- € 714,90 (32GB)

x
Recomendadas
x
Social
    0 LEITORES ONLINE

    Comentários

    "O Económico apela aos leitores para que utilizem este espaço para um debate sério e construtivo, dispensando-se, para o bem de todos, o insulto e a injúria gratuitos. Desaconselha-se o uso exclusivo de maiúsculas e a repetição de comentários. Comentários inadequados devem ser denunciados e quando tiverem mais de cinco denúncias serão eliminados. O IP do leitor não será revelado mas ficará registado na base de dados".
    ir para o topo