IMPRIMIR

Católica mantém-se nos 'rankings' do FT

FCEE é a única escola portuguesa entre as melhores na formação de executivos.

Católica mantém-se nos 'rankings' do FT
A FCEE-Católica volta a representar Portugal nos ‘rankings’ FT, apesar de ter descido alguns lugares.

Já foram publicados os ‘rankings' de 2010 do "Financial Times" dos melhores programas de formação executiva e, mais uma vez, a Faculdade de Ciências Económicas e Empresariais (FCEE) da Universidade Católica é a única escola a representar Portugal, apesar de ter descido algumas posições.

A FCEE-Católica passou da 38ª posição para a 43ª na classificação dos programas feitos à medida para empresas, tendo descido também do 50º para o 52º lugar na formação executiva de inscrição aberta. "Estamos entre as melhores escolas do mundo. Por enquanto somos a única no ‘ranking' mas esperamos que, de futuro, outras escolas portuguesas se juntem a nós para que Portugal se afirme neste campo", afirma Fátima Barros, directora da FCEE-Católica.

Quando olhamos para o topo da lista na formação executiva de inscrição aberta, destaca-se o primeiro lugar alcançado pela Universidade de Virginia: Darden, depois de dois anos seguidos na segunda posição. A espanhola Iese Business School conseguiu subir do quinto lugar alcançado em 2009 para a segunda posição. Este é, no entanto, um ano "agridoce" no que respeita à performance de Espanha no sector, dado que esta subida da Iese foi acompanhada por uma quebra considerável da IE Business School, que caiu do quarto lugar em 2009 para o 15º em 2010.

Os restantes lugares no topo dos programas de inscrição aberta são ocupados pela IMD (3º), da Suíça, seguida da Harvard Business School (4º) e a Thunderbird School of Management (5º), ambas dos EUA.

Cursos à medida das empresas são uma tendência global
Apesar da crise e das previsões pessimistas nos anos anteriores, o futuro parece promissor para o mercado da formação para executivos criada à medida das necessidades das empresas. Segundo o "Financial Times", depois de uma quebra acentuada no investimento neste tipo de programas em 2009, o mundo empresarial parece estar novamente a considerar uma maior aposta na formação especializada dos seus quadros.

No topo incontestado deste ‘ranking', surge a Duke Corporate Education, que também liderou esta área em 2008 e 2009, e conta com pólos nos EUA, África do Sul, Reino Unido e Índia. Esta tendência internacional é de registar, especialmente num mercado normalmente tão dominado pelas escolas norte-americanas. De facto, oito dos programas que lideram este sector estão localizados, parcial ou totalmente, fora dos EUA. Assim, o segundo lugar no ‘ranking' é ocupado pela HEC Paris, de França, à qual se seguem a Esade Business School, de Espanha, exequo com a norte-americana Harvard Business School, e a IMD, da Suíça.

Diferentes realidades
Apesar de competirem no mesmo mercado, muitas das escolas que ascendem ao topo num género de programa, apresentam resultados comparativamente fracos no outro. De facto, a Universidade de Virginia: Darden, que aparece no primeiro lugar na formação de inscrição aberta, aparece apenas na 50ª posição nos programas feitos à medida, enquanto a Duke Corporation Education, líder incontestada na formação criada para empresas, nem sequer aparece na lista na formação aberta. No entanto, algumas escolas de topo, como a Harvard Business School ou a IMD, conseguem muito bons resultados em ambas categorias.

Com uma força crescente em ambos os mercados estão as escolas sul-americanas, das quais se pode realçar o exemplo da Fundação Dom Cabral, do Brasil. Passou do 13º lugar em 2009 para o 9º e a sua oferta criada à medida subiu oito lugares, num ano, para a 8ª posição, que agora ocupa.


TOP 5 INSCRIÇÃO ABERTA

1 - Universidade de Virgínia: Darden (EUA)

2 - Iese Business School (Espanha)

3 - IMD (Suíça)

4 - Harvard Business School (EUA)

5 - Thunderbird School of Management (EUA)


TOP 5 FORMAÇÃO À MEDIDA

1 - Duke Corporate Education (EUA / África do Sul / Reino Unido / Índia)

2 - HEC Paris (França)

3 - Esade Business School (Espanha)

4 - Harvard Business School (EUA)

5 - IMD (Suíça)