Mercados

12 Abr 2012

BES tomba mais de 26% em dia negro na bolsa

Mariana Adam
BES tomba mais de 26% em dia negro na bolsa

Os títulos da banca seguem a perder mais de 10%, na bolsa nacional que regista perdas de mais de 2%. O BES nunca valeu tão pouco.

As acções do BES nunca valeram tão pouco, na sessão de hoje os títulos do banco chegaram a cair 26,65% e seguem agora com perdas de 18%. As acções do banco liderado por Ricardo Salgado chegaram a negociar hoje nos 0,855, sendo que o preço de fecho de ontem foi 1,167 euros.

O Banco Espírito Santo anunciou ontem um aumento de capital em cerca de 1,010 milhões de euros ao preço por subscrição de 0,395 cêntimos, reforçando os rácios de capital até às metas exigidas pelos reguladores.. Esta operação já está assegurada e será realiazada ao preço de subscrição de 0,395 cêntimos o que representa um desconto de 66& face ao preço de fecho de ontem.

Segundo o banco, a subscrição da totalidade deste aumento de capital vai permitir "aumentar o 'core tier 1' de 9,21% para 10,75% (mais 154 pontos base) considerando os ativos ponderados pelo risco em 31 de dezembro de 2011".

Paralelamente o banco anunciou também ontem a aquisição de 5% do BES Vida ao Crédit Agricole por 225 mil milhões, operação que segundo o BPI Research poderá ser interpretada como "moeda de troca' da participação francesa no referido aumento de capital. Até porque ontem o presidente do banco, Ricardo Salgado, garantiu, que não haverá alterações na estrutura accionista do banco do BES, apesar das alterações anunciadas.

Estes são os factos conhecidos que podem estar a influenciar negativamente os títulos do banco, bem como da restante banca nacional. O PSI 20 seguia a registar perdas de 1,72% nos 5215,77 pontos, e lererada assim as perdas na europa. As bolsas no velho continente seguem hoje flat, a variar entre perdas e ganhos ligeiros. 

Na bolsa nacional o principal foco é mesmo o sector bancário. O BCP seguia a perder mais de 8% nos 0,11 euros, o BPI recuava mais 3% para os 0,42 cêntimos e o ESFG deslizava cerca de 1% para os 5,15 euros. 

Acima da linha de àgua estão apenas os títulos da Jerónimo Martins que segue a valorizar 0,07% para os 15,12 euros, tal com a Mota Engil que ganhava 0,33% nos 1,20 euros e a Semapa que avançava 1,21% para os 5,60 euros. 

Na Europa os investidores vão estar hoje especialmente atentos a um novo leilão da dívida que se vai realizar em Itália às 10 horas. O Tesouro italiano vai fazer uma nova emissão de títulos de dívida, entre os três e os 10 anos. 

As minimizar as perdas estão as boas notícias do outro lado do Atlântico: a Reserva Federal Americana disse ontem que a economia norte-americana deverá manter os sinais de crescimento e Wall Street recuperou ontem das perdas dos últimos dias.

 

 

 

x
Recomendadas
x
Social
    0 LEITORES ONLINE

    Comentários

    "O Económico apela aos leitores para que utilizem este espaço para um debate sério e construtivo, dispensando-se, para o bem de todos, o insulto e a injúria gratuitos. Desaconselha-se o uso exclusivo de maiúsculas e a repetição de comentários. Comentários inadequados devem ser denunciados e quando tiverem mais de cinco denúncias serão eliminados. O IP do leitor não será revelado mas ficará registado na base de dados".
    ir para o topo