Desporto

02 Mai 2013

Benfica na final da Liga Europa

Paulo Jorge Pereira
Benfica na final da Liga Europa

Lisboetas batem Fenerbahçe por 3-1.

O Benfica vai jogar a final da Liga Europa com o Chelsea, em Amesterdão, no próximo dia 15, depois de ganhar aos turcos do Fenerbahçe por 3-1. É a nona final europeia dos benfiquistas que não estão numa decisão desde a final da Taça dos Campeões Europeus em 1989/90.

Os benfiquistas entraram pressionantes, procurando o golo com insistência e impedindo o Fenerbahçe de se libertar. Logo aos nove minutos, após excelente passe de Lima, o argentino Gaitán desviou, com remate em habilidade, fazendo a bola bater no poste direito e entrar. A equipa da Luz continuou a dominar, enquanto os turcos tentavam adaptar-se e, aos 22 minutos, num lance antecedido de fora-de-jogo, o árbitro francês Stéphane Lannoy assinalou penalty por mão de Gaitán dentro da área. Ao contrário do que sucedera na 1ª mão, quando o brasileiro Cristian desperdiçou da marca dos 11 metros, atirando ao poste, desta vez o holandês Kuyt converteu, empatando o desafio.

A equipa de Jorge Jesus reagiu, embora o fizesse com pouco acerto nas primeiras investidas. O paraguaio Oscar Cardozo deixaria imagem de perigo num remate que passou perto da baliza de Demirel e seria o dianteiro sul-americano a apontar o 2-1 com remate colocado de pé esquerdo, desferido no interior da área, depois de livre marcado por Enzo Pérez (35 m).

Foi a vez de o Fenerbahçe correr riscos e de se reaproximar do empate, a cinco minutos do intervalo, numa jogada em que Kuyt atirou à malha lateral do lado esquerdo. No minuto seguinte, a culminar óptimo entendimento no ataque encarnado, Matic falhou o 3-1 por pouco.

Depois do intervalo, o Benfica manteve-se mais dinâmico, aproximando-se muitas vezes da baliza de Demirel. Numa dessas ocasiões, Gaitán tentou o remate, mas acertou em cheio no rosto de Gonul que perdeu a consciência e teve de ser transportado ao hospital. Durante alguns minutos, as duas equipas pareceram afectadas pelo infortúnio do turco, cabendo aos benfiquistas reagirem com o 3-1, num bis de Cardozo a aproveitar insistência de Luisão dentro da área (66 m).

A partir daqui, o Benfica passou a exercer maior controlo, sem deixar de surgir em contra-ataques rápidos. Jesus ainda trocou Cardozo por Urreta e Gaitán por Roderick, esta já nos minutos de compensação.

O outro finalista da Liga Europa é o Chelsea que voltou a vencer os suíços do Basileia, desta vez por 3-1.

x
Recomendadas
x
Social
    0 LEITORES ONLINE

    Comentários

    "O Económico apela aos leitores para que utilizem este espaço para um debate sério e construtivo, dispensando-se, para o bem de todos, o insulto e a injúria gratuitos. Desaconselha-se o uso exclusivo de maiúsculas e a repetição de comentários. Comentários inadequados devem ser denunciados e quando tiverem mais de cinco denúncias serão eliminados. O IP do leitor não será revelado mas ficará registado na base de dados".
    ir para o topo