Economia

14 Fev 2013

Autoridades dizem que avaliação do Bankia ainda não está concluída

Económico com Lusa
Autoridades dizem que avaliação do Bankia ainda não está concluída

Autoridades espanholas dizem que avaliação do Bankia ainda não está concluída

As autoridades bancárias espanholas anunciaram hoje que ainda não está concluída a avaliação da entidade bancária nacionalizada Bankia, cuja negociação foi hoje suspensa na bolsa madrilena.

O Fundo de Reestruturação Ordenada Bancária (FROB) informou hoje a Comissão Nacional de Mercado de Valores (CNMV) que não existe ainda qualquer avaliação oficial daquela entidade bancária, necessária para realizar as operações da sua recapitalização.

Essa avaliação é essencial para o processo de troca em acções dos títulos contingentes convertíveis (conhecidos na gíria como "cocos") e que foram subscritos pela 'holding' do Bankia, o BFA, em Dezembro do ano passado.

Na nota hoje remetida à CNMV, o FROB explica que a avaliação do Bankia será concluída quando as autoridades tiverem toda a informação necessária.

O documento foi enviado depois de o regulador da bolsa espanhola suspender a negociação das acções do Bankia, pouco antes da abertura dos mercados, num dia em que a imprensa espanhola refere que as autoridades avaliam cada acção da entidade nacionalizada em 0,01 euros.

Além do Bankia, foi também suspensa a negociação das ações da sua holding, o BFA.

O jornal Expansion refere, na sua edição de hoje, que o Fundo de Reestruturação Ordenada Bancária, que gere as entidades nacionalizadas (incluindo o Bankia), vai avaliar cada uma das acções do Bankia em 0,01 euros.

Se esta avaliação se confirmar, significa a perda quase total do investimento dos actuais accionistas, entre os quais se incluem mais de 400 mil investidores privados, com a empresa a passar de um valor de 4.000 milhões para menos de 20 milhões de euros.

Assim o FROB, que controla 52% do capital do Bankia, perderia 1.900 milhões de euros e os investidores privados quase 2.100 milhões de euros.

Depois de registar perdas significativas no último ano, as acções do Bankia fecharam a negociação na quarta-feira a valer 0,468 euros, uma queda de 10,8%.

O Expansion explica que a definição do valor das acções em um cêntimo é a primeira fase na operação de saneamento da entidade e pretende evitar que o banco deixe de cotizar, o que criaria problemas adicionais para operações como o fornecimento de liquidez a detentores de participações preferentes.

 

 

Recomendadas

x

Social

x
    0 LEITORES ONLINE

    Comentários

    "O Económico apela aos leitores para que utilizem este espaço para um debate sério e construtivo, dispensando-se, para o bem de todos, o insulto e a injúria gratuitos. Desaconselha-se o uso exclusivo de maiúsculas e a repetição de comentários. Comentários inadequados devem ser denunciados e quando tiverem mais de cinco denúncias serão eliminados. O IP do leitor não será revelado mas ficará registado na base de dados".

    Trending now

      ir para o topo