Política

20/11/13 09:02
Imprimir

Abrem hoje inscrições na prova para os professores contratados

Ana Petronilho

O prazo para a inscrição, que terá de ser feita através da internet, termina no dia 28 deste mês.

Abrem hoje inscrições na prova para os professores contratados

Estão abertas a partir de hoje as inscrições para a prova de acesso à profissão que se vai realizar no próximo dia 18 de Dezembro, para todos os professores contratados.

De acordo com o aviso do Instituto de Avaliação Educativa (IAVE), publica ontem em Diário da República, o prazo de inscrição na prova termina no próximo dia 28 deste mês, é feita através da internet, na página do IAVE, e terá de ser posteriormente validada pelas escolas ou agrupamentos de escolas. Depois da validação dos dados será gerada a referência através da qual os professores podem efectuar o pagamento da inscrição na prova - que tem o custo de 20 euros - que pode ser feito em caixas multibanco, serviços bancários online ou estações dos CTT, que permite obter o recibo que confirma a inscrição na prova.

Terminado o prazo de inscrição será publicada a lista dos candidatos admitidos e excluídos da prova, sem a qual os professores contratados não podem dar aulas.

O aviso publicado determina ainda o conjunto de localidades em cada distrito de Portugal continental e das regiões autónomas onde se podem realizar as provas.

A parte da componente específica do exame - da área disciplinar de cada docente - vai ser realizada entre os dias 1 de Março e 9 de Abril de 2014.

A prova - que está prevista na lei desde 2007 mas que não chegou a ser aplicada - é obrigatória para todos os docentes contratados estando previsto que um docente que obtenha aprovação só tenha de realizar nova prova se nos cinco anos subsequentes leccionar menos de um ano. Dispensados de aprovação, para já, estão os professores que até 31 de Dezembro deste ano sejam colocados.

Os candidatos com cinco ou mais anos de serviço que não obtenham aprovação podem ser admitidos aos concursos de selecção e recrutamento, que se realizem até 31 de Dezembro de 2014. Os que tenham menos de cinco anos e que não sejam aprovados no exame só podem concorrer a colocação no ano lectivo seguinte.

Os professores serão classificados com a menção de "aprovado" ou "não aprovado", acompanhada da expressão quantitativa com uma escala de 0 a 100. Considera-se assim aprovado um docente que tenha um resultado igual ou superior a 50% da cotação total.

O exame tem merecido forte contestação dos sindicatos. A FNE marcou greve para o mesmo dia da prova e a Fenprof está a tentar travar a prova recorrendo aos tribunais para apresentar providências cautelares.

x
Comentários
Disclaimer
"O Económico apela aos leitores para que utilizem este espaço para um debate sério e construtivo, dispensando-se, para o bem de todos, o insulto e a injúria gratuitos. Desaconselha-se o uso exclusivo de maiúsculas e a repetição de comentários. Comentários inadequados devem ser denunciados e quando tiverem mais de cinco denúncias serão eliminados. O IP do leitor não será revelado mas ficará registado na base de dados".
x
Recomendadas
x
Social
    0 LEITORES ONLINE