IMPRIMIR

60% das rendas antigas são de pessoas com mais de 65 anos

Assunção Cristas revelou hoje que mais de 60% das rendas antigas são de inquilinos com mais de 65 anos.

60% das rendas antigas são de pessoas com mais de 65 anos

Mais de 60% das rendas antigas são de inquilinos com mais de 65 anos, que, por isso, estão salvaguardados do despejo, garantiu hoje a ministra Assunção Cristas, responsável pelo novo regime de arrendamento aprovado hoje em Conselho de Ministros.

Este número faz parte de um total de 250 mil contratos com rendas antigas e que estão sujeitas a novas actualizações.

De acordo com o que foi hoje aprovado, se o inquilino tiver mais de 65 anos ou possuir um grau de deficiência superior a 60%, o senhorio é obrigado a realojá-lo "no mesmo concelho em condições análogas".

Em entrevista à TVI, a ministra assegurou que "não há o risco" de a nova legislação originar um número elevado de despejos. Segundo disse, "é uma lei que visa agilizar o mercado do arrendamento".

"O objectivo é colocar muitas casas vazias no mercado de arrendamento e de estabelecer confiança e segurança para os senhorios", reforçou Assunção Cristas.

 

PUB