A Grécia na fila para onde?

A Grécia na fila para onde?

A Grécia está em suspenso. Não sabe o que lhe reserva o futuro. O referendo de domingo poderá ser determinante. Até lá, o dia a dia é feito de esperas, em longas filas, para levantar dinheiro.

Grécia e Fed baralham tácticas do mercado

Grécia e Fed baralham tácticas do mercado

Os fundamentais até são positivos para o investimento no segundo semestre. Mas a crise grega e a expectativa sobre a Fed levam os investidores a apostar na defesa.

Editorial

O Estado, os pagamentos e a economia

Os prazos médios de pagamento do Estado caíram para 80 dias, revela a Conta Geral do Estado referente a 2014 que foi divulgada esta semana.

Sociedade Aberta

  • Raul Vaz

    Que PS manda hoje no PS?

    Tudo o que possa acontecer à Grécia obriga António Costa a uma clarificação. O Syriza é uma experiência que abre um novo caminho na Europa? Não, não é, e o líder do PS deve afirmá-lo com toda a clareza quanto antes.
  • António Costa

    O ‘gangue do multibanco’

    A dupla Tsipras/Varoufakis assumiu, em definitivo, o papel de ‘gangue do multibanco' da Grécia, desfizeram em seis meses o esforço e sacrifício de um povo que foi uma cobaia do FMI e das instituições europeias em 2010 e é agora ‘escudo humano' de uma estratégia política suicida.
  • Pedro Silva Pereira

    A culpa

    Confirmado o referendo em Atenas e suspensas as negociações em Bruxelas, nunca esteve tão eminente o pior dos cenários para o povo grego e para a zona euro: a saída desordenada da Grécia.
  • Ulrich Brandenburg

    Formar parcerias

    Na passada semana, a ministra federal da Educação e da Investigação, professora Johanna Wanka, esteve em Lisboa a convite do seu homólogo português, o ministro Professor Nuno Crato.
  • André Abrantes Amaral

    Soberania orçamental

    O drama vivido na Grécia é o resultado final das contas públicas deficitárias; um sinal, aviso, para o que pode acontecer a Portugal, caso os orçamentos de Estado não se equilibrem e não se tornem excedentários.
  • Xavier Rodríguez Martín

    O dedo democrático

    A ruptura imediata das negociações com a Grécia, após a convocatória do referendo, causou-me uma certa surpresa. Afinal, pensei num primeiro momento, a Grécia é o berço da democracia e qualquer referendo é, em termos absolutos, uma boa prática democrática.
  • Cristina Esteves

    O mito grego

    Cinco meses depois, a aparente ruptura. Na crise grega, a informação desenvolve-se a uma velocidade alucinante. O que num momento parece certo no outro já não o é. A dúvida reside no propósito a que e a quem serve.
  • Paulo Jorge Pereira

    O bom exemplo de Mouzinho

    Respeitado como estadista, homem de leis e político, figura fundamental da revolução liberal, Mouzinho da Silveira é uma referência da História de Portugal, invocada em múltiplas ocasiões.

Blogosfera

E se a Grécia disser sim?

BBC despede mais de mil trabalhadores

BBC despede mais de mil trabalhadores

A BBC, maior grupo audiovisual público do mundo, anunciou hoje a supressão de mais de 1.000 postos de trabalho para reduzir custos e em resposta à mudança de hábitos do público, que implicou uma redução das receitas.

Edição Impressa

PUB
ir para o topo