Editorial

O exercício mediático da coligação

Com o PS liderado por António Costa a fazer render as suas propostas - ou seja, a apresentá-las em momentos e modalidades diferentes, dominando a agenda mediática - a coligação PSD/CDS é forçada a antecipar os seus planos.

Sociedade Aberta

  • Tiago Freire

    A fisga portuguesa contra o tanque mundial

    Como já percebemos depois de décadas de Alberto João Jardim, a Madeira tem uma capacidade de produzir declarações originais e muitas vezes surpreendentes.
  • Bruno Faria Lopes

    A TSU boa e a TSU má

    Depois do corte falhado em 2012, a sigla TSU ganhou uma conotação de luta de classes. Na realidade, as coisas não são bem assim.
  • Vital Moreira

    Portucaliptal

    Urge travar esta marcha irresponsável para o desenvolvimento insustentável da floresta entre nós, de que as próximas gerações não nos absolverão.
  • Paulo Zacarias Gomes

    Na terra do louro prensado

    Era uma vez um sítio em que os banqueiros nunca tinham varrido prejuízos para debaixo do tapete, em que dirigentes de empresas nunca tinham autorizado investir dinheiro em activos duvidosos, onde ninguém dava ordens para controlar o acesso aos dados dos mais importantes.
  • João Rafael Koehler

    Lições de gestão

    Havia uma empresa que atuava no retalho e que perdeu dinheiro durante anos consecutivos.
  • João Cardoso Rosas

    Salários e progressões

    A única forma de reverter esta situação é a reposição das carreiras e não dos salários.

Blogosfera

Depois da EDP, REN, Fidelidade e Hospital da Luz, os chineses querem comprar o Novo Banco. Comente.

Mais 400 vagas para formação de funcionários públicos

Mais 400 vagas para formação de funcionários públicos

Governo renovou hoje um protocolo com 12 escolas de negócio e a Deloitte, que estabelece a criação de 400 vagas em 140 cursos para os quadros da Administração Pública no ano lectivo 2015/2016.

Os ‘despojos’ dos lesados do BES

Os ‘despojos’ dos lesados do BES

A Associação Os Indignados e Enganados do Papel Comercial acamparam ontem na Avenida da Liberdade, junto à sede no Novo Banco. O Económico fotografou hoje o que restou de mais uma das manifestações.

Edição Impressa

Trending now

    ir para o topo